NOTÍCIAS
Esportes
31/07/2021

Lisca lamenta gol no início e pede atitude: 'Se continuar assim, o Vasco vai permanecer na Série B'

Compartilhar:
Foto: Alexandre Borges

Lisca se irritou com o fato de o Vasco, mais uma vez, ter entrado desligado em campo

Em seu primeiro clássico à frente do Vasco, Lisca foi derrotado por 2 a 0 pelo Botafogo, na noite deste sábado, no Nilton Santos. Após a partida, o treinador lamentou o resultado, afirmou não ter aprovado a atuação, questionou a postura em campo e fez um alerta.

 

- É uma questão de atitude, de postura e imposição. Nós vamos cobrar muito isso. Precisamos dar uma resposta para todos e para nós mesmos. É algo corriqueiro, e temos de achar uma solução o mais rápido possível. O início de jogo é muito importante. Isso muito a parte estratégica, principalmente em confiança. Também sofremos um gol no início contra o São Paulo. O Botafogo baixou bem o bloco, quebrou mais a bola, procurou não sair jogando e trabalhou em cima do nosso erro. Minimizar o erro e analisar qual vai ser a melhor estratégia. Se continuar assim, o Vasco vai permanecer na Série B. E o Vasco não pode permanecer na Série B. O objetivo do Vasco é o acesso e vamos trabalhar em cima disso - alertou Lisca.

 

O treinador voltou a lamentar o placar e também a postura de sua equipe em campo. Para Lisca, o Botafogo se fechou após marcar no início do jogo com Chay e o Vasco não soube encontrar soluções.

 

Veja também

 

 

Bruno Fratus conquista o bronze nos 50m livre na natação

 

No berço do judô, Japão confirma favoritismo e ganha 9 ouros

 

- Difícil de dar boa noite com um placar desses e com a maneira que foi o jogo. Levamos um gol numa jogada que já sabíamos. Botafogo desceu bem as linhas, a gente propôs o jogo, circulou bem a bola, mas não teve contundência ofensiva. Machucamos pouco o goleiro do Botafogo, acho que um chute do Sarrafiore. Rodamos bem, mas não conseguimos entrar na área efetivamente. Isso fez o Botafogo marcar mais e atacar mais. No segundo gol, conseguimos levar um contra-ataque onde acertamos a barreira. Estávamos todos na área. Estávamos mal posicionados para a transição. Hoje realmente foi uma noite muito ruim para nós. Temos de rever uma série de situações.

 

Com a derrota, o Vasco foi ultrapassado pelo próprio Botafogo, caiu para 10ª colocação da Série B, com 22 pontos. Na próxima rodada, no sábado, o time enfrenta o Vitória, em Salvador. Antes, porém, recebe o São Paulo, quarta, em São Januário, pelo jogo de volta das oitavas da Copa do Brasil. Na ida, o time de Lisca perdeu por 2 a 0 no Morumbi.


Injustificável o time entrar desligado

 

- Nada justifica isso, não viemos aqui para dar desculpas. Situação que ficou bem visível, e o início da partida é fundamental. Erramos na cobertura e no nosso posicionamento na área. O time conseguiu a jogar, teve supremacia, entrou no campo do Botafogo, mas o placar já estava em 1 a 0. Isso dá segurança ao adversário, dificulta nossas ações ofensivas e facilita o bloco baixo do Botafogo. A gente ganhando, aproximaria no pelotão da frente. Estamos no meio da tabela, ainda não tão distante do G-4, mas precisamos pontuar o mais rapidamente para terminar esse turno no máximo a um ou dois pontos do G-4. Precisamos cobrar dos jogadores e de nós mesmos porque perdemos todos juntos. E precisamos mudar a atitude.

 

Recomposição lenta do Vasco

 

São situações que estamos avaliando, nosso início de jogo está abaixo do que precisamos em nível de competitividade. A gente sentiu falta nos três jogos, hoje mais ainda. Não vi muitas transições, mas no segundo tempo, depois dos 30, a gente tentou ser mais contundente com jogadores mais descansados. O time se desorganizou e perdeu a compactação quando estava atacando. Nos desorganizamos no final e tomamos transições. A transição mais contundente deles foi a com o Guilherme que o Marco Antônio errou o gol na área.

 

Vasco tem que ir ao mercado?

 

Não é o momento de a gente falar depois de uma derrota. Internamente estamos discutindo uma série de ações. Meu projeto é simples: a busca pela Série A. A gente ainda não frequentou o G-4, nos aproximamos bem na última rodada com o Guarani, mas não conseguimos. Não conseguimos ter a contundência e a força necessária. Vamos conversar e buscar soluções. Buscar solução em casa e buscar fora se for necessário. Hoje é difícil falar de cabeça quente. Não esperávamos esse revés, esperávamos um resultado diferente.

 

Sarrafiore e busca por soluções

 

A produção após o gol não foi das piores, mas o resultado foi muito ruim. As trocas não deram os resultados que a gente queria. E o time, em vez de crescer de produção, não conseguiu. Gostei do Sarrafiore, mas o momento é de ter calma e tranquilidade para achar a solução.

 


Tempo para assumir a responsabilidade?

 

A responsabilidade é minha. É de todos nós. Ganhamos todos e perdemos todos, mas não temos tempo. É a realidade do futebol brasileiro, não adianta eu ficar reclamando. Eu tenho que achar soluções dentro desse contexto. Quando resultado não vem, a responsabilidade é do treinador. Vou buscar e batalhar demais.

 

Se você não buscar o resultado, se troca de novo, vem outro treinador, e eu vou lutar com todas as forças porque é uma oportunidade muito grande para mim e não quero perdê-la. Preciso de todos os jogadores para irmos atrás das três vitórias consecutivas, que ainda não conseguimos.

 

Zaga mal e Ernando em baixa?

 

Não podemos culpar um jogador individualmente. A gente teve mais controle hoje em relação ao jogo com o São Paulo. No primeiro gol, estávamos posicionados, mas erramos cobertura e acerto na área. Temos utilizado o pouco tempo que temos para mostrar situações. Muito mais mostrando e com conscientização do que com prática.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatApp e Telegram
 

Esse primeiro gol nos atrapalhou demais. Até os 35 minutos o jogo estava bem controlado no segundo tempo a não ser numa transição com o Diego e o Guilherme. O segundo gol foi consequência de uma falta nossa. Não era orientação, deveria ter sustentação para retorno caso a gente errasse. Os jogadores no afã de fazer o gol acabaram se desorganizando. Foi um lance muito atípico. Faltou um pouco de equilíbrio para não nos mandarmos todos para a área.

 

Fonte: Ge

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2021. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.