NOTÍCIAS
Esporte no Amazonas
14/05/2020

Lutadora do UFC adapta treinos no quintal de casa e lamenta caos em Manaus: 'Situação crítica'

Compartilhar:
Foto: Divulgação

Ketlen Vieira treina com a esposa e os irmãos no quintal da casa da mãe, em Manaus

Quando o Rio de Janeiro despontou como uma das cidades mais atingidas do Brasil pelo novo coronavírus, os treinamentos na academia Nova União foram paralisados por tempo indeterminado, e Ketlen Vieira decidiu passar a quarentena em Manaus (AM), onde nasceu e tem o suporte da família.

 

A situação na capital amazonense estava mais tranquila e o quintal da casa da mãe serviria para manter-se em atividade.

 

As semanas foram passando, e Manaus se tornou uma das capitais mais afetadas pela pandemia - concentra 58% dos mais de 10 mil casos de Covid-19 no estados, a rede de saúde entrou em colapso e há cerca de 140 enterros por dia.

 

Veja também 

 

3B utiliza metade dos R$ 50 mil da CBF e investe em 300 cestas e 500 máscaras para a comunidade

 

Manaus Futebol Clube doa EPIs ao SPA e Policlínica Danilo Corrêa

 

Em entrevista ao Combate.com, Ketlen Vieira lamenta o cenário caótico da cidade, prega isolamento social e afirma que população não leva a sério a quarentena.

 

- Manaus está em uma situação crítica. Não posso falar muito porque não sei o que realmente acontece, sei o que sai na mídia, o superficial. Tem diversas pessoas morrendo, passando fome.

 

A maioria da população não está tomando os cuidados necessários, por isso vem crescendo bastante. Quando vou à rua comprar alguma comida que acabou, os supermercados estão sempre lotados, sempre há pessoas nas ruas. Se você entrar nas redes sociais de todo mundo aqui de Manaus, onde eu conheço todo mundo, você vai ver engarrafamento.

 

O povo amazonense não tem levado a sério, por isso tem crescido. Teve recorde de enterros, teve até durante a noite. Os hospitais não tem estrutura, não tem como atender todas as pessoas, nossa principal prevenção é ficar em casa.


- Entendo que há pais de família que são autônomos, que precisam trabalhar, que não tem o que dar de alimentos à família, mas é importante ficar em casa nesse momento. Eu me coloco à disposição a quem esteja precisando de cesta básica.

 

Eu sempre procuro, boto no Instagram para quem precisa de ajudar, me coloco à disposição. Por mais que a gente não tenha muito, a gente ajuda com o pouco, que pode fazer a diferença. Muitas pessoas não receberam o auxílio, o que gerou ainda mais aglomerações. Sempre me coloco à disposição para ajudar quem precisa.


Antes de a doença se espalhar por Manaus, Ketlen Vieira teve tempo de montar um tatame em casa para poder treinar jiu-jítsu com a esposa e controlar o peso. É um treino bem aquém da antiga rotina, mas foi a forma encontrada pela atleta de não se acomodar.

 

- Quando a epidemia começou eu estava no Rio. Havia dois casos em Manaus. Vim para cá achando que seria mais controlado, até para eu poder treinar alguma coisa, porque tem quintal na casa da minha mãe, dá para treinar, correr. Meu apartamento no Rio é muito pequeno, não dá para fazer nada.

 

- Logo no início corri atrás de placas de tatame e coloquei no quintal. Minha esposa e eu treinamos, ela é competidora de jiu-jítsu. A gente está treinando em casa, me sinto abençoada por ter um espaço pequeno para não ficar engordando muito, porque não dá para treinar em alto rendimento, mas dá para manter o peso.

 

Ketlen Vieira perdeu pela primeira vez na carreira no ano passado — Foto: Jeff Bottari/Getty Images

Foto: Reprodução 

 

Após paralisar o calendário devido à pandemia, o Ultimate retoma as atividades neste fim de semana, com o UFC 249, em Jacksonville, na Flórida (EUA). Ketlen Vieira, contudo, é cautelosa ao projetar sua volta ao octógono. A "Fenômeno" frisa que precisa treinar em alto nível para um combate, o que é impossível atualmente.

 

- Não está difícil só por conta do visto (para ingressar nos EUA), o principal é estar treinada. Não tem como enfrentar uma lutadora sem estar treinada. Treinava diversas vezes ao dia, com várias pessoas, algumas com as características da adversária. Estou fazendo treino para não ficar fora de ritmo, mas não tem como pensar em luta sem a academia estar aberta. Como vou treinar? O grande problema não é só o visto, é não ter treino.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no Facebook, Twitter e no Instagram.
Entre no nosso Grupo de WhatsApp.

 

Integrante da equipe Nova União, Ketlen Vieira estava invicta no MMA. A atleta, que assinou com o UFC em 2016, enfileirou quatro adversárias e se aproximou da disputa do cinturão do peso-galo, pertencente a Amanda Nunes. Entretanto, em sua última apresentação, em dezembro de 2019, após quase dois anos se recuperando de cirurgias nos joelhos, a manauara foi nocauteada por Irene Aldana, adiando o sonho de brigar pelo título contra a compatriota.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.