23 de Fevereiro de 2024 - Ano 10
NOTÍCIAS
Arte e Fama
28/11/2023

MC Daniel é intimado a depor em ação movida por menor que quer R$ 91 mil por danos morais: entenda

Foto: Reprodução

Nem tudo corre às mil maravilhas na vida de MC Daniel. O funkeiro foi intimado a depor nesta quarta-feira, 29, numa ação por danos morais movida por um menor de idade.

 

O rapaz, de 17 anos, alega que foi agredido durante um show do cantor, em setembro de 2022, em Ourinhos, no interior de Sâo Paulo, e pede R$ 91 mil de indenização por uso indevido de sua imagem.

 

As agressões teriam partido de um dos seguranças de Daniel, que é acusado ainda de ter incitado a atitude do funcionário, além de fazer chacota do rapaz.

 

Veja também

 

Planta espinhosa? Nego Di é processado por fala preconceituosa

 

Giovanna Ewbank relembra traição de Bruno Gagliasso e decisão de perdoar: 'Fomos muito sábios'

 

MC Daniel responde a processo por danos morais — Foto: rep/ instagram

 

O processo corre na 2ª Vara Cível do Fórum de Santa Cruz do Rio Pardo desde março deste ano. Segundo depoimento do jovem, ele alega que tentou subir ao palco em que estava MC Daniel para fazer umafoto a seu lado, e que, no momento, um segurança o tirou de lá com truculência e o empurrou de volta à plateia.

 

Ele diz ainda que Daniel o teria chamado de volta ao palco, mas os seguranças da Lyon Produções, empresa que cuida da carreira do funkeiro, o teriam levado para um "canto, onde, cercado, foi agredido novamente, tomando socos no rosto e no corpo".

 

Ainda assim, o garoto revelou que ele e outros amigos ainda tentaram falar com Daniel no hotel em que ele estava hospedado para saber o motivo da agressão.

 

Em vídeos que registram os momentos do show é possível ver o menor de idade tentando subir ao palco duas vezes e, na segunda tentativa, sendo impedido pelos seguranças após MC Daniel pausar o show. O jovem chegou a realmente conversar e fazer fotos com o funkeiro e aproveitou para mostrar as marcas da agressão. MC Daniel então reclama da atitude do garoto.

 

No processo a alegação é de que o cantor incentivou a plateia a gravar vídeos mostrando o rosto do rapaz, a quem, num vídeo posterior, chamou de comédia e acusou de estar "bêbado, noiado e drogadão". Um laudo foi anexado ao documento e atesta as lesões no corpo do menor.

 

A defesa do adolescente alega que o cantor incentivou a gravação de vídeos por outras pessoas no local, filmando o rosto do adolescente. Um laudo afirma que o jovem tinha lesões pelo corpo. No dia do ocorrido, o próprio MC Daniel fez vídeos mostrando o rapaz tentando ir ao palco e depois na porta do hotel, o acusando de "querer arrumar confusão".

 

O material acabou sendo replicado em perfis de funk no Instagram e também no Youtube, além de o garoto ser atacado por fãs do cantor em seu perfil no Instagram. Todos os prints e vídeos foram anexados à ação.

 

[Ao saber do processo e de que estava sendo procurado pela Justiça para ser citado, o funkeiro voltou aos seus stories: "Esse moleque aí é um puta de um mongo. Foi pro show bêbado, noia, drogadão, tentou me puxar, saí fora... Os caras, os fãs, deram um cacete nele.

 

Depois ele foi no hotel, achei que ele estivesse armado e falei: 'Deixa ele encostar para trocar umas ideias'. Encostei e vi que ele não tava. Falei: 'Por que você fez isso?'. Tenho os vídeos de tudo. Nem bati nele, não fiz nada. Faz tanto tempo que não faço esse tipo de coisa, que parei de ser um bad boy", disse.

 

MC Daniel — Foto: extra

Fotos:Reprodução

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatApp e Telegram

 

O Extra entrou em contato com a equipe de MC Daniel, mas não obteve retorno. O advogado do jovem também foi procurado, mas disse que não pode falar sobre a ação sem autorização dos responsáveis pelo menor. 

 

Fonte:Extra

LEIA MAIS
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Acompanhe o Portal do Zacarias nas redes sociais

Copyright © 2013 - 2024. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.