16 de Abril de 2024 - Ano 10
NOTÍCIAS
Ciência e Tecnologia
24/02/2024

Modelo computacional realista deve ajudar robôs na coleta de poeira lunar

Foto: Reprodução

O modelo computacional simula o regolito da Lua de forma muito semelhante à realidade, o que tornará a operação de robôs mais eficiente

Um grupo de pesquisadores da Universidade de Bristol, no Reino Unido, desenvolveu um modelo computacional que simula a poeira lunar (ou regolito) de uma forma impressionante. A pesquisa poderia ajudar futuras missões à Lua a operarem robôs de forma mais segura e suave e até mesmo ser usada para treinar astronautas.

 

No estudo, publicado na revista Frontiers in Space Technologies, os pesquisadores baseados no Laboratório de Robótica de Bristol investigaram o regolito e desenvolveram uma versão virtual do material para que possa ser utilizado em simulações.

 

O estudo da poeira lunar é importante para as missões lunares que acontecerão até o final da década e na próxima, pois os cientistas podem descobrir formas de usá-la para apoiar a exploração do satélite. O problema é que a operação de robôs a longa distância para coletarem o regolito está sujeita a atrasos no sistema, e enviar astronautas para isso é caro e arriscado.

 

Veja também 

 

Entenda de uma vez por todas a diferença entre astrologia e astronomia

 

Professor brasileiro pode ter encontrado novo planeta no Sistema Solar; entenda

No entanto, com a simulação muito semelhante à realidade, os pesquisadores podem utilizá-la para espelhar a operação robótica na Lua, reduzindo os atrasos e possibilitando um controle mais suave e eficiente.

 

A simulação surgiu com base no desejo de operadores de robôs especializados de treinarem em seus sistemas com risco e realismo gradualmente crescentes em um modelo de simulação preciso. Embora modelos de poeira lunar muito semelhantes à realidade tenham sido desenvolvidos anteriormente, eles são muito detalhados, fazendo com que seja preciso muito tempo computacional, o que torna tudo mais lento.

 

Odysseus tomba após pouso histórico na Lua – digitado

 Foto: Reprodução

 

Pensando nisso, pesquisadores do Centro Aeroespacial Alemão desenvolveram um modelo computacional em que só é considerado densidade, viscosidade e fricção do regolito, bem como a gravidade da Lua, o que permitiu que ele fosse executado em tempo real.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatAppCanal e Telegram

 

No entanto, esse modelo opera melhor com pequenas quantidades de poeira lunarNo modelo desenvolvido na nova pesquisa, os cientistas tinham como objetivo aumentar a quantidade de regolito que a simulação pudesse lidar, ao mesmo tempo que ele continuava sendo executado em tempo real. O resultado da poeira lunar digital foi promissor e agora espera-se investigar se ela pode ser usada ao operar robôs.

 

Fonte: Olhar Digital

LEIA MAIS
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Acompanhe o Portal do Zacarias nas redes sociais

Copyright © 2013 - 2024. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.