Notícias

Compartilhar Imprimir

Curiosidade

11/06/2019

Morder caneta NÃO é hábito inofensivo e pode causar 4 problemas sérios de saúde

Compartilhar:

Foto: Reprodução

Mas pode evoluir para uma compulsão perigosa e prejudicial à saúde

Assim como tem gente que coça a cabeça e cerra os olhos quando fica pensativo, há pessoas que se manifestam de outras formas - mordendo a ponta de uma caneta, por exemplo. Começa como um hábito involuntário e aparentemente inofensivo. Mas pode evoluir para uma compulsão perigosa e prejudicial à saúde.

 

Morder caneta pode prejudicar a saúde


Quando o indivíduo morde objetos apenas como um ato repetitivo que não faz tanta diferença para ele, ainda é apenas uma mania. A partir do momento em que a pessoa sente uma necessidade urgente de fazer isso em situações de ansiedade, a mania vira compulsão. Em ambos os casos, os "papa-canetas" ficam mais expostos aos riscos de complicações futuras para a saúde, entre elas:

 

Veja também 

Essa garota está ficando famosa por pular como um cavalo por cima de tudo



1. Desgaste dos dentes


Por mais "macia" que uma tampa de caneta possa parecer para quem tem o hábito de mordê-la, a repetição do ato enfraquece a proteção dos dentes e pode até quebrá-los. Mais desgastados, eles ficam sensíveis e causam dor durante a mastigação, especialmente em alimentos muito quentes ou gelados.


2. Dor de cabeça


As vibrações causadas por este hábito nos ossos e na musculatura da mandíbula reverberam por toda a região e podem causar dores de cabeça frequentes. Se você sofre deste mal e tem a mania de morder objetos, a explicação pode estar aí.

 

 

3. Bruxismo


A compulsão por morder objetos pode desencadear um quadro de bruxismo, que é quando a pessoa aperta e range os dentes durante a noite e de maneira involuntária. O desgaste dos dentes e a dor de cabeça tendem a se agravar, e o problema pode comprometer a articulação da mandíbula.

 

4. Disfunção temporomandibular


Este sim é o maior perigo do hábito de morder canetas e outros objetos. Quando as articulações que unem a mandíbula ao crânio são afetadas, surgem sintomas como dores no pescoço, estalos e dores ao abrir e fechar a boca, zumbidos, dificuldade para mastigar, dores na face e até inchaço no rosto. Em suma, a qualidade de vida vai por água abaixo.

 

Fotos: Reprodução

 

Como tratar esta mania?


O tratamento pode exigir o acompanhamento de mais de um profissional, como um dentista e um psicólogo, por exemplo. Em primeiro lugar, é preciso ter consciência de que a mania virou um problema, de preferência antes do surgimento destes incômodos.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no Facebook e no Twitter.

 

Placas de bruxismo e remédios ansiolíticos, desde que recomendados por um especialista médico, estão entre as medidas receitadas para combater esta mania.

 

Vix.com

Deixe seu comentário

Nome:

Mensagem:

publicidade

Copyright © 2013 - 2019. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.