04 de Marco de 2024 - Ano 10
NOTÍCIAS
Bizarro
28/11/2023

Mosca, barata, joaninha: os insetos que já foram encontrados intactos dentro do intestino

Foto: Reprodução

Espécies foram observadas durante exames de colonoscopia, em que um aparelho fino inserido pelo ânus consegue visualizar o reto, o intestino grosso e partes do delgado

Recentemente, o caso de uma mosca encontrada intacta no intestino grosso de um paciente durante um exame de colonoscopia causou surpresa. No relato, publicado na revista científica American Journal of Gastroenterology, médicos da Escola de Medicina da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, escrevem que o homem de 63 anos não sabia como o inseto havia parado ali.

 

"Ele consumiu estritamente líquidos claros no dia anterior ao procedimento. Ele relatou ter comido pizza e alface no jantar dois dias antes do procedimento, mas não se lembra de ter visto uma mosca em sua comida”, relataram. O episódio, porém, não é o primeiro do tipo, ainda que surpreenda médicos sempre que aconteça.

 

São diversos relatos semelhantes publicados em revistas científicas, que englobam baratas, joaninhas, mariposas, entre diversos outros insetos. Os animais são encontrados durante exames de colonoscopia – em que um aparelho flexível de espessura fina com iluminação e uma câmera na extremidade é inserido pelo ânus para visualizar o interior do reto, do intestino grosso (cólon) e de algumas partes da porção final do intestino delgado.

 

Veja também 

 

Homem mais tatuado da Grã-Bretanha tem problemas de saúde por causa de mais uma mudança no corpo

 

Pedra enorme é encontrada na vagina de mulher que sentia fortes dores

Médicos encontram mosca intacta em intestino de homem. — Foto: American Journal of Gastroenterology


Em 2010, durante um desses exames de rotina realizados para identificação de problemas como doenças intestinais e câncer colorretal, os médicos observaram algo inesperado: uma barata. A paciente era uma mulher, de 51 anos, com histórico de esquizofrenia. O inseto tinha menos de 1 centímetro e estava com uma “substância verde e aquosa grudada nas suas pernas”, escreveram os responsáveis pelo relato no GIE Gastrointestinal Endoscopy.


“A explicação mais plausível foi a ingestão inadvertida da barata enquanto a paciente consumia gelatina verde pouco antes do procedimento. A paciente estava completamente assintomática e (...) recebeu alta para casa com instruções para acompanhamento em caso de qualquer sintoma gastrointestinal. As imagens endoscópicas deste caso foram compartilhadas com um entomologista, que identificou o inseto como o estágio de ninfa da barata alemã Blattella germanica”, continuaram.

 

Uma outra barata, da mesma espécie e também em estágio de ninfa, foi encontrada no mesmo ano. O caso semelhante, publicado no periódico Endoscopy por um médico do Centro Médico Albert Einstein, nos Estados Unidos, foi de uma mulher de 52 anos. “A paciente teve uma infestação de baratas em casa e, portanto, levantou-se a hipótese de que ela poderia ter ingerido inadvertidamente uma barata com comida”, escreveu o responsável na época.

 

Um outro episódio do tipo que repercutiu foi de uma joaninha que apareceu durante uma colonoscopia de um homem de 59 anos. A hipótese é que o paciente tenha engolido o inseto enquanto dormia. Segundo o relato, publicado em 2019 na revista ACG Case Reports Journal, a preparação para o exame com um laxante pode ter ajudado a joaninha “a escapar das enzimas digestivas no estômago e na parte superior do intestino delgado".

 

Foto: Reprodução


Dez anos antes, em 2009, um homem de 66 anos teve uma grande formiga encontrada em seu intestino durante o exame. “O paciente revelou que 2 dias antes do procedimento havia participado de um piquenique familiar em um parque ribeirinho e consumido vários pratos de salada de batata e asas de frango. Presumivelmente, estes serviram como vetor inanimado para a infeliz formiga”, escreveram os médicos no relato, publicado no GIE Gastrointestinal Endoscopy.

 

Houve ainda um caso de uma mariposa que estava no intestino de um homem de 55 anos que realizou o exame em 2013. “Seis patas podem ser discernidas, e o inseto tinha aproximadamente 6 mm de comprimento craniocaudal e 12 mm de envergadura. A imagem foi posteriormente identificada por um entomologista como uma mariposa pertencente à ordem Lepidoptera”, escreveram os médicos em publicação no ACG Case Reports Journal.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram

Entre no nosso Grupo de WhatApp e Telegram

 

“Embora estas ingestões tenham poucas consequências para o paciente, são bastante raras e podem até ser surpreendentes para o endoscopista. Até onde sabemos, este é o primeiro caso de mariposa descrito no trato gastrointestinal”, continuaram na época. 

 

Fonte: O Globo

LEIA MAIS
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Acompanhe o Portal do Zacarias nas redes sociais

Copyright © 2013 - 2024. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.