NOTÍCIAS
Política
25/08/2021

Mourão vê 'articulação da esquerda mundial contra governo Bolsonaro'

Compartilhar:
Foto: Reprodução

Vice-presidente Hamilton Mourão

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) disse, na tarde desta quarta-feira (25/8), que vê uma articulação da esquerda de outros países contra o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O general deu a declaração durante o seminário Ações Estratégicas para a Defesa dos Interesses Nacionais na Questão Ambiental do Instituto General Villas.

 

“Essa propaganda que se faz contra o Brasil no exterior, principalmente na Europa, que acaba convencendo lideranças políticas europeias de que vale entrar nesse caminho de que a Amazônia é do mundo. Como a gente contrapõe essa campanha?”, perguntou o jornalista Alexandre Garcia, que mediava o seminário.

 

Mourão avaliou que o fato de o governo atual ser de “direita” o torna alvo desse tipo de questionamento por parte da esquerda. “Agora, temos problemas na Amazônia com a ocupação que é predatória e temos que corrigir. Existem os interesses políticos. É aquela articulação da esquerda mundial contra o governo do presidente Bolsonaro por ser um governo de direita. Acho que todo mundo tem que entender o seguinte: ganhou eleição, assumiu, vamos governar e vamos colocar em prática aquilo que é o programa que foi pensado”, defendeu Mourão.

 

Veja também

 

PF intima Ramos e Ramagem sobre live de Bolsonaro contra urnas eletrônicas

 

Lula afirma estar em busca de um vice que 'não pense em dar golpe'

O general colocou em primeiro lugar no ranking de intervenções externas que atrapalham a soberania nacional as falas de líderes estrangeiros a respeito da Amazônia e da sustentabilidade no Brasil. “A propaganda é uma forma de intervenção na nossa soberania. Existe uma confluência de interesses econômicos”, declarou.

 

Na classificação, Mourão também nomeou como “bolsões sinceros, porém radicais”, o trabalho dos ecologistas. O vice-presidente, que também preside o Conselho Nacional da Amazônia (Cnal), finalizou dizendo, contudo, que precisa trabalhar com os grupos citados por ele.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatApp e Telegram
 

“E a terceira pressão é o que chamo de bolsões sinceros, porém radicais, que são os ecologistas. Então, nós temos que saber trabalhar com esses três grupos. É algo que dentro do conselho nacional nós temos buscado, eu tenho procurado uma interlocução com os representantes dos países amigos aqui no Brasil”, afirmou. 

 

Fonte: Metrópoles

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2021. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.