NOTÍCIAS
Plantão Policial
17/01/2020

Namorado da jovem grávida encontrada em igarapé a matou para não assumir paternidade do filho que ela esperava

Compartilhar:
Foto: Divulgação

A jovem Mirian Moraes estava grávida e reivindicava ajuda do namorado que se negava a assumir esse compromisso

O inquérito policial que investiga o assassinato da jovem Mirian Moraes da Cruz, 21, continu em andamento e várias pessoas já prestaram depoimento na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).


A conclusão a que se chega até o momento é que o autor do crime foi o namorado da vítima, identificado como Roberto Brito, 25, que está foragido desde a manhã da última quinta-feira, 16, quando o corpo dela foi encontrado boiando em um igarapé no bairro Tancredo Neves, Zona Norte.


De acordo com os depoimentos o acusado teria decidido matar e dar fim ao corpo de Mirian Moraes para não assumir a paternidade do filho que ela já carregava na barriga há cerca de três meses.

 

Veja também

 

Está é a mulher encontrada morta boiando em igarapé nesta quinta-feira no bairro Tancredo Neves, Zona Leste de Manaus. Ela estava grávida. Ao lado, o assassino

 

IMAGENS FORTES! Corpo de mulher morta a facadas é encontrado boiando em igarapé no Bairro Tancredo Neves, Zona Leste de Manaus. VEJA VÍDEO!


A equipe que investiga o caso já teve acesso a vias mensagens de WhatsApp em que Mirian e Roberto travam discussões em torno da gravidez e ele se mostra relutante ao nascimento da criança, até porque está comprovado que ele já vivia maritalmente com outra pessoa.

 

Mirian Moraes foi esfaqueada e depois de morta foi jogada no igarapé do "Sete"


O exame de necropsia realizado no IML confirmou que Mirian estava grávida e que o filho também veio a óbito quando ela foi atingida com nove golpes de faca antes de ser jogada de cima da ponte do “Sete” em um igarapé.


Familiares e amigos da jovem assassinada confirmam que ela estava no terceiro mês de gravidez, tinha emprego fixo, vinha comprando seus móveis e as peças de roupas para o enxoval do seu bebê, numa demonstração clara de que se preparava para ser um mãe exemplar.


No que se referia a Roberto, a família e os amigos também afirmam que a jovem questionava sim, que ele assumisse a paternidade e ajudasse a criar seu filho, muito embora tivesse conhecimento que ele já vivia com outra mulher.

 

Roberto Brito é acusado de matar a namorada para não assumir

paternidade do filho que ela carregava  no ventre (Fotos: Divulgação)

 

O velório da jovem assassinada aconteceu na tarde e noite de ontem e todas as pessoas presentes, entre vizinhos, amigos particulares e de travbalho, participaram de uma manifestação exigindo justiça e a prisãio do autor do crime.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram. 

Entre no nosso Grupo de WhatsApp.


Roberto Brito continua foragido e os policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) e o delegado Paulo Martins, titular da DEHS, já reuniu indícios e provas suficientes para representar criminalmente solicitar a prisão preventiva do acusado.
 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.