NOTÍCIAS
Coisas do outro mundo
07/11/2020

O asteroide que vale o PIB mundial

Compartilhar:
Foto: Reprodução

Ouro, platina, níquel e outros materiais preciosos. Como se formou no universo a rocha metálica chamada “16 Psique”, que tem toda essa riqueza em seu interior

 Meu Deus, pobre de nós, terráqueos! Paupérrimos! Não há região da Terra que, em termos de riqueza, chegue aos pés de uma lasquinha do asteroide batizado de “16 Psique”.

 

Localizado no cinturão entre Marte e Júpiter, ele tem aproximadamente duzentos e trinta quilômetros de diâmetro, está a uma distância de cerca de trezentos e setenta milhões de quilômetros de nosso planeta e se envolve em um inacreditável valor pecuniário: repleto de ouro, platina, ferro e níquel, o 16 Psique, se fosse para ser comercializado, sairia por inimagináveis 10 quintilhões de dólares – mais que a soma do PIB de todos os países.

 

Para que o leitor possa mensurar essa grandeza, vale dá-la em algarismos: US$ 10.000.000.000.000.000.000. Ufa! Essa preciosidade de rocha gigante que está no espaço foi descoberta em 1852 pelo astrônomo e matemático italiano Annibale de Gasparis. Todas as atenções voltam-se agora para ela, cento e sessenta e oito anos depois, porque a Nasa anunciou na semana passada que enviará em 2022 uma sonda para estudar o asteroide – e, claro, no futuro explorá-lo. Afinal, também no campo da astronomia, tesouro achado não é roubado.

 

Veja também

 

Via Láctea pode ter 300 milhões de planetas como a Terra

 

Céu do mês: em novembro você poderá ver planetas, meteoros e eclipse lunar


Nós, meros terráqueos

 

Fotos: Reproduções

 

O anúncio da Nasa fecha o projeto que começou a ser desenvolvido em 2017 como parte do programa Discovery – uma de suas ramificações é a exploração robótica de asteroides e pequenos planetas. E foi o Telescópio Espacial Hubble que trouxe uma imagem mais detalhada do 16 Psique. A primeira e óbvia indagação que se faz diz respeito a sua formação. Pois bem, trata-se de um asteroide metálico, mas com rara peculiaridade: “Ele se torna único justamente porque possui em seu corpo metais preciosos”, diz a americana Tracy Becker, cientista planetária do Southwest Research Institute, no Texas. Mas, afinal, como tal valiosa rocha se formou? Em meio ao mistério do surgimento do universo, sabe-se apenas que o asteroide mais caro do mundo nasceu de uma falha.

 

De uma falha astronômica, sim senhor! Os estudos comprovam que surgiu do interior de um planeta que tentou existir, mas não deu em nada. Mas como se sabe que poderia ser um planeta que deu errado? Na chamada fase incandescente de formação de planetas, os chamados elementos densos (como ferro, níquel e cobalto) se deslocam para o centro, enquanto os elementos fluidos ficam pela superfície. É exatamente isso que aconteceu com o 16 Psique — com a vantagem de que ele também agregou ouro e platina.

 

Assim, é possível entender mais a fundo a formação e existência de outros planetas, a exemplo da Terra. “Possivelmente o Psique foi o pedaço de um corpo maior que tem certa semelhança com a Lua, Terra e Mercúrio”, diz o astrofísico Gustavo Porto de Mello, do Observatório do Valongo, da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

 

Para que possamos mensurar o valor do asteroide, nada melhor que traduzi-lo em algarismos:
US$ 10.000.000.000.000.000.000

 
O núcleo, por assim dizer, que queria ser um novo planeta na gigantesca galáxia virou a maior preciosidade do espaço. E é a sua composição exclusiva que o torna tão valioso. “O único objeto de um tamanho considerável e rico em metais é o Psique, que reflete uma origem e uma evolução próprias”, diz Mello.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram

Entre no nosso Grupo de WhatsApp.

 

Em seu interior, como já dito mas vale frisar, também há metais preciosos como platina, ósmio, irídio, ródio, rutênio, ouro e paládio. É a raridade deles no mundo que transforma o asteroide em uma preciosidade sem tamanho. Não conseguiu transformar-se em um planeta, mas será que, com tanta riqueza, carecia desse status? Seria melhor virar planeta e perder seus tesouros? Dessa vez, leitor, joguemos a dúvida para o espaço: até porque, se o 16 Psique cobrar por pergunta, nós, meros terráqueos, não temos como pagá-lo

 

IstoÉ

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.