NOTÍCIAS
Qualidade de Vida
18/05/2020

O que você não deve deixar de comer na quarentena? Tem até chocolate na lista

Compartilhar:
Foto: Reprodução

Alguns alimentos ajudam a aumentar a imunidade, outros podem atrapalhar e causar ansiedade

Em tempos de pandemia, manter uma alimentação saudável é extremamente importante, mas é preciso ter atenção e talvez até fazer alguns ajustes na sua dieta. Sabe aquela fruta que você nunca come?

 

Ela pode ajudar a aumentar sua imunidade. Sabe aquele carboidrato que você come todos os dias? Ele pode estar te atrapalhando neste momento.

 

Em entrevista ao Delas , a nutróloga Ana Luiza fala um pouco sobre uma boa alimentação durante a quarentena e dá algumas dicas para manter a imunidade lá no alto.

 

Veja também

 

Confira 7 motivos benéficos de comer abacaxi todos os dias

 

Exercícios e imunidade: qual a relação?

 

"Nós estamos orientando as pessoas a consumirem limão, seja na comida ou como suquinho, acerola e kiwi, que não costumam fazer parte do nosso dia a dia, mexirica, laranja, de preferência comer a fruta e não fazer suco".

 

Além disso, ela ressalta a importância das folhas verdes para a imunidade. "Tem uma grande variedade, você pode comer couve em um dia, espinafre no outro", comenta. "Elas são ricas em ferro, que é o que queremos hoje para aumentar a imunidade".

 

Álcool é inimigo?

 

Sim, o consumo de álcool não é bom para a saúde e isso não é segredo para ninguém, principalmente nesta fase, já que ele desidrata e faz com que a pessoa perca muitos nutrientes, mas seus efeitos ruins podem ser amenizados, afinal, já estamos em uma fase muita restrição para ter que restringir coisas que gostamos de fazer.

 

Uma alternativa, segundo Ana Luiza, é substituir a cerveja, por exemplo, por gin com tônica para diluir o álcool. "Quanto menos álcool", diz. Além disso, sempre que você for beber alguma coisa alcoólica, é importante beber muita água também. "Três doses de água para cada dose de bebida alcoólica". Uma taça de vinho de vez em quando também está liberado.

 

Carboidratos com cautela

 

É claro que existem os carboidratos bons (farinha integral, aveia, frutas) e os ruins (farinha branca, grãos refinados e açúcar), mas mesmo os bons devem ser consumidos com mais cuidado durante essa fase. "Eles [carboidratos] acabam guardando muita energia e aumenta pressão, entope artéria, tudo o que não podemos ter agora", comenta Ana Luiza.

 

chocolate

Foto: Reprodução

 

Chocolate Para os amantes de chocolate, a boa notícia é que eles podem fazer parte da sua alimentação, porém Ana Luiza recomenda que você opte pelas opções 70% ou mais e coma até 15 gramas por dia. "Ele tira um pouco da vontade de açúcar", comenta.

 

É comum muitas pessoas abusarem do açúcar quando se sentem ansiosas, e durante a quarentena é muito normal ficar ansioso. Por isso é importante sempre ter bons alimentos nas mãos, como o cacau. "Tem alguns alimentos que nos apetecem mais, tem que tomar cuidado com frutas muito calóricas, como manga, uva, porque elas trazem um pico de glicemia que faz você querer comer mais", comenta.

 

Esses alimentos, segundo ela, são "calorias vazias", ou seja, um açúcar que entra direto na corrente sanguínea sem muito benefício. Também por conta da ansiedade, é importante evitar os estimulantes como cafeína, guaraná, pimenta, açaí. "Esses alimentos vão te ajudar a queimar mais, mas pode te dar uma ansiedade, então consumir muito para ficar em casa, não é necessário", explica.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram 
Entre no nosso Grupo de WhatsApp. 
 

Para quem está tento problemas para dormir por conta da ansiedade a dica é consumir camomila, alimentos leves, carqueja, maracujá, erva cidreira, peixes e até a carne do peru, sempre evitando muitos líquidos a noite para não perder o sono no banheiro e fazendo a última refeição duas horas antes de dormir.

 

IG

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.