14 de Junho de 2024 - Ano 10
NOTÍCIAS
Ciência e Tecnologia
20/11/2023

Os 7 elementos mais mortais da tabela periódica

Foto: Reprodução

A tabela periódica, com seus símbolos enigmáticos, é uma parte icônica do estudo da química. No entanto, escondidos entre os elementos conhecidos, existem alguns assassinos sorrateiros que merecem nossa atenção.

 

Afinal, essas substâncias químicas têm histórias sombrias e propriedades perigosas que podem causar estragos na saúde humana e no meio ambiente.Conheça os 7 elementos mais perigosos da tabela periódica que você definitivamente deve evitar.

 

Veja também

 

Starship é lançada com sucesso em segunda tentativa da SpaceX

 

O que aconteceria com o corpo humano no espaço sem uma roupa de astronauta?

 

7. TÁLIO

 

Pedaços de tálio em uma ampola. (Fonte: Wikimedia Commons / Reprodução)

 

O tálio é altamente tóxico e foi apelidado de "veneno do envenenador" devido à sua toxicidade. Embora não seja comum em produtos domésticos, ele é usado na eletrônica em semicondutores especializados, o que o torna um elemento com propriedades fascinantes, mas perigosas. Melhor deixar o manuseio do tálio para os profissionais, garantindo a segurança de todos.

 

6. CHUMBO

(Fonte: Getty Images / Reprodução)

O chumbo é conhecido como o notório encrenqueiro da tabela periódica. Este metal pesado, historicamente usado em encanamentos, causou sérios problemas de saúde ao longo dos séculos, especialmente em crianças que mastigavam objetos compostos pelo material. Ainda é utilizado em algumas aplicações industriais, como baterias e proteção contra radiação, mas seu manuseio requer cuidado devido à sua toxicidade.

 

5. FRÂNCIO

 

(Fonte: Wikimedia Commons / Reprodução)

 

Descoberto por Marguerite Perey em 1939, o frâncio pertence à família dos metais alcalinos. Uma de suas características mais marcantes é a incrível instabilidade.

 

Com uma meia-vida extremamente curta, estimada em apenas 22 minutos, ele é virtualmente inexistente na natureza. Sua produção sintética em laboratório é desafiadora, pois entra em combustão instantânea ao ser exposto ao ar. Apesar de sua instabilidade, é valioso para o estudo de reações nucleares.

 

4. MERCÚRIO

 

(Fonte: Getty Images/Reprodução)

O mercúrio é uma maravilha líquida que, à temperatura ambiente, se apresenta como o único metal líquido da tabela periódica. No entanto, seu brilho prateado e propriedades únicas não devem enganar, pois o mercúrio é altamente tóxico.

 

Embora tenha sido usado em termômetros por muito tempo, foi gradualmente eliminado devido à sua toxicidade. É essencial evitar o manuseio dessa substância, pois ela pode causar sérios problemas de saúde.

 

3. ANTIMÔNIO

 

(Fonte: Getty Images/Reprodução)

 

Antimônio é um metaloide com uma tonalidade branco-prateada. Antigamente era utilizado em cosméticos, apesar de prejudicial à saúde. Atualmente, é usado em retardadores de chama, tornando-se útil na segurança contra incêndios, mas com riscos quando ingerido em grandes quantidades.

 

2. CÁDMIO

 (Fonte: Getty Images/Reprodução)

 

O cádmio é um elemento extremamente tóxico. Resistente à corrosão, é usado para revestir outros metais e em peças aeroespaciais. Notório por contaminar o solo e a água, representando uma ameaça ao meio ambiente e à saúde humana.

 

1. PLUTÔNIO

 

(Fonte: Getty Images/Reprodução)

Fotos:Reprodução

 

Descoberto em 1940, o plutônio desempenhou um papel crucial na fabricação de armas nucleares e na geração de energia em reatores nucleares. Sua participação na Segunda Guerra Mundial é uma página sombria da história, destacando seu potencial destrutivo. No entanto, ele também tem contribuições positivas em missões espaciais e tratamentos médicos, sendo necessário um manuseio cuidadoso devido aos seus riscos potenciais.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatApp e Telegram 

 

A tabela periódica é uma fonte infinita de conhecimento e curiosidade. No entanto, é importante lembrar que nem todos os elementos são inofensivos. Os sete elementos mencionados neste artigo têm propriedades tóxicas e perigosas que podem causar sérios danos à saúde humana e ao meio ambiente. Portanto, é essencial conhecê-los e evitar seu manuseio imprudente. 

 

Fonte:MegaCurioso

LEIA MAIS
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Acompanhe o Portal do Zacarias nas redes sociais

Copyright © 2013 - 2024. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.