NOTÍCIAS
Geral
29/03/2020

Pastor é preso por culto em quarentena: 'Ordem do presidente'

Compartilhar:
Foto: Reprodução

Ele e a esposa haviam sido orientados várias vezes para não fazer o culto, mas desobedeceram e foram presos

Um pastor evangélico da Igreja Mundial, de 34 anos, foi preso na quinta-feira (26) depois de desobedecer o decreto de isolamento, em Mato Grosso do Sul, contra a pandemia de coronavírus.

 

Ele realizava culto com a presença de diversos fiéis. Aos policiais, justificou que estava seguindo a ordem do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

 

A prisão aconteceu em uma igreja em Vila Rica (1270 km de Cuiabá), por volta das 19h40, e a esposa do pastor, de 31 anos, também acabou presa.

 

Veja também

 

Em domingo de quarentena, Bolsonaro vai às ruas e cria aglomeração em Brasília

 

Quarentena pelo coronavírus aumenta denúncias de violência doméstica em 18%

 

Conforme o boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi até a igreja após receber denúncia de moradores de que estaria ocorrendo um culto no local.

 

O pastor, inclusive, já havia recebido orientações sobre os decretos estadual e municipal várias vezes, mas ignorou recomendações.

 

Como a Polícia Militar tem a atribuição de dispersar aglomerações para evitar a disseminação do coronavírus e de fazer cumprir os decretos de isolamento, que não permitem a reunião e culto religiosos, os policiais entraram na igreja para impedir a continuação do culto.

 

A princípio, os policiais tentaram orientá-lo a encerrar o culto, mas o pastor não obedeceu a ordem, disse que os policiais estavam errados e que estava seguindo ordem do presidente da república.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram
Entre no nosso Grupo de WhatsApp.

 

A todo momento, segundo os policiais que atenderam a ocorrência, o pastor e a esposa tentavam incentivar os fiéis a agirem contra a polícia.

 

Metrópoles

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.