02 de Julho de 2022 - Ano 8
NOTÍCIAS
Política
18/05/2022

Pedido de investigação de Bolsonaro contra Moraes é negado por Toffoli

Foto: Reprodução

A notícia-crime foi apresentada por Bolsonaro nesta terça (17)

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou nesta quarta-feira (18) o pedido de investigação apresentado pelo presidente Jair Bolsonaro contra o ministro Alexandre de Moraes, também do STF.

 

Bolsonaro apresentou a notícia-crime na última terça-feira (17), alegando suposto abuso de autoridade por parte de Moraes. O mandatário questiona a inclusão de seu nome no inquérito das fake news, que investiga a disseminação de notícias falsas contra o STF.

 

"Considerando-se que os fatos narrados na inicial evidentemente não constituem crime e que não há justa causa para o prosseguimento do feito, nego seguimento", declarou Toffoli na decisão.

 

Veja também

 

No jogo do golpe, Bolsonaro foca em Moraes para tumultuar TSE e plantar conspiração

 

Bolsonaro envia secretário especial para tratar de armas no Iraque

Dias Toffoli ainda reiterou que não há crime na conduta de Alexandre de Moraes e que o fato de o ministro ser o relator do inquérito das fake news "não é motivo para concluir que teria algum interesse específico, tratando-se do regular exercício da jurisdição".

 

Na apresentação do pedido, Bolsonaro diz que foi mantido como investigado mesmo depois de a Polícia Federal (PF) concluir que ele não cometeu crimes ao falar da segurança do processo eleitoral.

 

"Por óbvio, o prejuízo político ocasionado ao Mandatário Nacional com a subsistência de tal Inquérito é evidente e de fácil constatação. A demonstrar o alegado, basta-se deitar os olhos na imprensa brasileira e constatar a quantidade de matéria pejorativas que foram publicadas contra o Presidente da República em razão de sua inclusão no Inquérito", diz a notícia crime, assinada pelo advogado Eduardo Magalhães.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatApp e Telegram

 

O inquérito das fake news foi aberto em março de 2019 para investigar notícias falsas, ofensas e ameaças a ministros do STF. O Presidente da República foi incluído como investigado em agosto de 2021. Na época, Bolsonaro atacou, sem provas, a credibilidade das urnas eletrônicas e o sistema eleitoral.

 

Fonte: iG 

LEIA MAIS
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Acompanhe o Portal do Zacarias nas redes sociais

Copyright © 2013 - 2022. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.