NOTÍCIAS
Política
24/08/2021

PF convoca Ramos, Heleno e Ramagem a depor sobre live do voto impresso

Compartilhar:
Foto: Reprodução

Ramos, Heleno e Ramagem

Após autorização do Supremo Tribunal Federal (STF), a Polícia Federal agendou, nesta terça-feira (24), os depoimentos de três nomes do governo no inquérito que investiga a utilização da estrutura do Palácio do Planalto, inclusive com a TV pública, para a transmissão de informações falsas relacionadas às urnas eletrônicas. As informações são da âncora da CNN Daniela Lima.

 

Serão ouvidos sobre a live realizada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a respeito do voto impresso o secretário-geral da presidência da República, Luiz Eduardo Ramos; o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, e o diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Alexandre Ramagem.

 

A lista da Polícia Federal em relação aos depoimentos é ainda mais extensa e foi fechada antes do pedido de impeachment de Bolsonaro contra o ministro do STF Alexandre de Moraes, que é o relator deste caso. Ao menos dois desses três depoimentos acontecerão ainda nesta semana.

 

Veja também

 

No que depender dos filhos, Bolsonaro não receberá governadores

 

Novo mandato de Augusto Aras na PGR é aprovado pela CCJ do Senado

 

PF convoca Ramos, Heleno e Ramagem a depor sobre live do voto impresso  realizada pelo presidente Jair Bolsonaro - Blog do BG


Live não apresentou provas de fraude

 

A transmissão do presidente, realizada no final de julho, para tratar de supostas fraudes no sistema eletrônico de votação teve a afirmação de que não seria possível comprovar que pleitos anteriores tiveram resultados burlados.

 

Em várias ocasiões antes e depois de ser eleito, o presidente disse haveria provas de que as eleições foram fraudadas.

 

Não tem como comprovar que eleições foram fraudadas', diz Bolsonaro | CNN  Brasil

Fotos: Reprodução

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatApp e Telegram

 

Conforme informaram a âncora da CNN Daniela Lima e a analista de política da CNN Renata Agostini, ao não apresentar qualquer prova de fraude nas urnas na live convocada justamente para isso, Bolsonaro provocou reações de integrantes da política e da Justiça, que prometeram agir para conter os planos dele. 

 

Fonte: CNN Brasil

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2021. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.