Notícias

Compartilhar Imprimir

Interior em Destaque

18/07/2019

Policial militar é acusado de estuprar adolescente de 14 anos no banheiro do 9º batalhão da PM em Manacapuru. Justiça mandou prendê-lo

Compartilhar:

Foto: Divulgação

A Justiça Comum decretou a prisão e já foi cumprida pelos policiais da Delegacia Especializada de Manacapuru

Foi cumprido na última terça-feira, 16, o mandado de prisão preventiva em nome do policial militar Francislande Oliveira Duarte, mais conhecido como França e também como "Bombado", de 43 anos. Ele é acusado de estuprar uma adolescente de 14 anos em Manacapuru, distante 68 quilômetros de Manaus em linha reta.

 

O estupro teria acontecido no banheiro do Batalhão da Polícia Militar e também dentro do carro do acusado, de acordo com a delegada titular da Delegacia Especializada de Polícia de Manacapuru, Roberta Merly.

 

O suposto estupro ocorreu na última sexta-feira, 12, por volta das 22h, quando a adolescente foi até o 9º Batalhão da Polícia Militar, em Manacapuru, buscar ajuda após brigar com a mãe e ser expulsa de casa.

 

Veja também

 

MADRUGADA DE TERROR: Moradores do Aterro do 40 não dormiram com barulho de tiroteio entre facções criminosas. VEJA VÍDEOS

 

Homem que matou esposa a facadas é condenado a 17 anos e 4 meses de prisão


A adolescente relatou que no Batalhão foi atendida pelo policial militar, que, após lhe fazer algumas perguntas, passou a pegar nas partes intimas dela.

 

Delegada titular Roberta Merly confirmou que o policial

militar acusado de estupro já está preso


A menor contou ainda que o policial a obrigou a ir até o banheiro com ele, onde a teria obrigado a ter relações sexuais com ele e a fazer sexo anal e oral. Depois disso, levou a adolescente até o carro dele, onde teria abusado novamente dela.


Após os dois aupostos estupros, o policial militar deixou a garota na casa dela e no dia seguinte um representante do Conselho Tutelar de Manacapuru foi acionado pelos familiares da garota, que relatou conselheiro o que havia acontecido.


O caso foi levado ao conhecimento da Delegacia Interativa de Manacapuru. No dia seguinte, a delegada Roberta Merly encaminhou à Justiça o pedido de prisão do policial.

 

O policial militar está preso desde terça-feira (Fotos: Divulgação) 


Segundo a delegada, o policial militar já tinha passagem pela polícia por estupro e a ordem judicial para prendê-lo foi expedida no dia 16 de julho deste ano, pela juíza Scarlet Braga Barbosa Viana, da Comarca de Manacapuru.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no Facebook,Twitter e no Instagram.


O policial militar foi indiciado por estupro e está preso em uma unidade da Polícia Militar em Manaus.

 

VEJA TRECHO DO DEPOIMENTO

DA ADOLESCENTE À POLÍCIA:

 

"No início do dia 12 de julho no início das comemorações do aniversario da cidade, a menor 14 anos contou ter brigado com a mãe que mandou ela sair de casa, isso vai ser averiguado em procedimento próprio, a mãe realmente diz que foi no calor da emoção que realmente ela pegou a menina e mandou a menina sair, mas que ela não tinha intenção de expulsar a filha de casa, pois foi até o Conselho Tutelar e tudo mais, aí a cidade estava muito agitada, tava muito cheia de gente e num primeiro momento não conseguiram localizar essa menor. A menor relator que como ela não sabia o que fazer nem pra onde ir, foi buscar ajuda no batalhão da polícia militar, chegando lá ela foi atendida por um policial que fez várias perguntas, a princípio o atendimento foi normal mas depois algumas perguntas foram um pouco estranhas, ele ficou preocupado em saber se ela já tinha 14 anos, quando que ela ia completar 15 anos, ela contou que foi respondendo as perguntas, mas num dado momento ele pediu para que ela ficasse calma e mandou dar um abraço nele, aí foi nesse momento que começaram os abusos, ele começou a passar a mão nas partes íntimas dela levou para o banheiro cometeu a conjunção carnal, anal, fez sexo oral com a menina e depois levou ela para o veículo dele, ela não soube dizer a marca do veículo, mas ela descreveu o veículo exatamente como o que foi aprendido e descreveu, embora não soubesse dizer o modelo do carro, ela descreveu com detalhes as características físicas dele."

 

VEJA NOTA DA POLÍCIA MILITAR

 

"A Polícia Militar do Amazonas, por meio do Comandante do 9º Batalhão de Polícia Militar (BPM), Major Alysson Botelho, informa que ao tomar conhecimento do fato, no sábado 13/07, instaurou um Inquérito Policial Militar (IPM), onde foi realizado todas as medidas cautelares e procedimentos necessários.

 

O fato foi comunicado a justiça de Manacapuru, que decretou a prisão preventiva do Militar. Ele foi transferido para a Capital e encaminhado para o Núcleo Prisional da Polícia Militar, onde ficará à disposição da justiça.

 

A PMAM enfatiza que não compactua com abusos e excesso que contrariem a lei e a ordem, com o dever de sempre servir, proteger e preservar os direitos individuais e coletivos visando o bem comum."

Comentários

Luiz Silva - 18/07/2019
se esse elemento já tinha passagem porque ainda não tinha sido expulso?
Marco Roberto (Fictício) - 18/07/2019
O que vou escrever não está fora da ética porque trabalho na segurança, mas fico muito indignado com o corporativismo que campeia aqui dentro, esse não é o único caso em que indivíduo reincidentes travestidos de homens da lei estrupam, traficam, roubam, matam e praticam os mais diversos crimes.Tudo aos olhos benevolentes de alguns superiores.Pra piorar o acumulo de processos nas Corregedorias e quem trabalha honestamente é considerado cagueta.
Sergio - 18/07/2019
E pra ser expulso e depois fazer companhia nas celas dos irmãos da família do norte.
João Campos Sales - 19/07/2019
Porque esse vagabundo não paga uma gatinha no ITAMARACÁ
Vandeco - 19/07/2019
Preso não. Passa o dia no bem bom lá no Monte das Oliveiras.

Deixe seu comentário

Nome:

Mensagem:

publicidade

Copyright © 2013 - 2019. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.