NOTÍCIAS
Geral
17/06/2020

Preconceituosos, pastores se referem em live a fiéis de região pobre como 'Moreninhos' e 'Encardidos'. VEJA VÍDEO

Compartilhar:
Foto: Reprodução

Em live com a mulher, ele conta que ela "se destacou" na igreja por ser loira; o vídeo do casal vem causando revolta nas redes sociais

Uma live de um casal de pastores da cidade de Toledo, no Paraná, está causando revolta nas redes sociais. Os dois estão sendo acusados de racismo pela forma como se referem aos fiéis de uma região pobre da cidade.

 

No vídeo, o pastor Rodrigo dos Santos conta como conheceu a mulher, Jéssica Maciel, na Igreja Batista de Calvário, no bairro Vila Pioneira, descrita por ele como uma área mais pobre. "Na região da Pioneira a gente não via loira como a minha esposa. Quando ela veio pro culto, destacou", conta.

 

"Portque tudo pessoal mais classe pobre, mais moreninho, meio encardido, meio sujo. Quando ela veio eu pense:i essa aí é da zona mais nobre da cidade", continua ele aos risos. "Mais moreno, queimado do sol", descreve Jéssica ao mesmo tempo que o marido.

 

Veja também

 

Jovem que chegou a pesar 34 kg por causa de doença rara morre após 8 anos

 

FGTS: tire suas dúvidas sobre a liberação emergencial de R$ 1.045, a partir do dia 29

Após diversas críticas e acusações de racismo, os dois excluíram seus perfis nas redes sociais. O pastor chegou a publicar um vídeo de desculpas, que também não está mais no ar.

 

A reportagem de Marie Claire tentou contato com o casal, mas não obteve sucesso até esta publicação.

 

A Igreja Batista do Calvário se manifestou em um comunicado oficial em sua página no Facebook e informou que o pastor não é mais membro da igreja e hoje vive fora do país.

 

Veja o comunicado abaixo:

 

"A Primeira Igreja Batista do Calvário em Toledo, tem uma história de quase quatro décadas desenvolvendo suas atividades religiosas e sociais em Toledo, localizada sua Sede na Grande Pioneira. Por meio desta nota manifestamos publicamente que não compartilhamos de forma alguma com quaisquer atitude preconceituosa, manifestação de racismo, desrespeito a individualidade ou manifestações de ódio. À luz Da Lei 7.716/1989 e o Estatuto da Igualdade Racial (Lei 12.288/2010) definem o Racismo como crime inafiançável, inaceitável e indefensável, A igreja, diante das repercussões geradas pela “live do pastor Rodrigo dos Santos”, reafirma seu compromisso institucional com a promoção da igualdade étnico-racial, sexual, religiosa, repudiando toda e qualquer manifestação de preconceito, contra quem quer que seja. Sendo que reconhecemos que todas as pessoas são iguais perante a Lei e o Criador. Também informamos que o Sr. Rodrigo dos Santos, foi membro de nossa igreja há tempos atrás, mas que atualmente (8 anos) reside fora do país e congrega em outro ministério onde atua como pastor. A nota de retratação foi postada em nossa página em função de nossa igreja ter sido citada na live."

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram. 

Entre no nosso Grupo de WhatApp.

 

 

Marie Claire

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2021. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.