Notícias

Compartilhar Imprimir

Manaus

06/10/2019

Procon Manaus autua supermercado de rede atacadista da Zona Oeste

Compartilhar:

Foto: Divulgação

A ausência de preço em alguns produtos foi mais um problema encontrado nos corredores do estabelecimento

Uma fiscalização realizada pela Secretaria Municipal de Defesa do Consumidor e Ouvidoria (Semdec), por meio do Procon Manaus, na manhã desta terça-feira, 1º/10, resultou na autuação de um supermercado no bairro Santo Antônio, zona Oeste, após a verificação de diversas irregularidades.

 

A ausência de preço em alguns produtos foi mais um problema encontrado nos corredores do estabelecimento.Além disso, foi constatado que o supermercado fracionava peças inteiras de frios, como presuntos, e dava um prazo de validade de 30 dias.

 

Porém, as instruções contidas nas embalagens explicavam que, após a abertura, o prazo máximo para consumo do produto era de cinco dias. Os fiscais também descartaram um frango congelado que estava à venda com a embalagem deteriorada.

 

Veja também

 

Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora realiza churrasco neste domingo para ajudar jovem que ficou paralítico após levar tiro em assalto

 

Prefeitura convoca aniversariantes de outubro para recadastramento

 

 

“Outra situação foi a falta de precisão e clareza nos preços de vários produtos, podendo causar confusão ao consumidor no momento da compra com o tamanho de fontes disformes, que dificultam a identificação da diferença de valores no atacado e no varejo, induzindo o consumidor ao erro, quando este era surpreendido na hora do pagamento no caixa, prática, infelizmente, muito corriqueira, que não podemos permitir”, informou o secretário interino da Semdec, Rodrigo Guedes.

 

 

Ainda segundo ele, ao chegar no local a equipe de fiscalização constatou, por exemplo, que as vagas destinadas a pessoas com deficiência não tinham a mensagem: Ato de Cidadania - Respeite a Vaga Preferencial – como determina a Lei Municipal 2.296/2018, o que conforme Rodrigo é uma prioridade.

 

 

Foram lavrados um auto de infração e de constatação e o estabelecimento comercial tem 10 dias para apresentar uma defesa junto ao Procon Manaus. Após a apresentação das alegações, o processo administrativo segue para a análise das provas e o supermercado pode sofrer as penalizações e sanções previstas na legislação como o pagamento de multa.

 

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatApp.

 

Fotos: Reprodução

 

Denúncias de casos semelhantes podem ser feitas ao Procon Manaus, por meio de mensagem para o WhatsApp da fiscalização, que é o (92) 98842-3030. O horário de atendimento é de 8h às 14h, de segunda a sexta-feira.

Comentários

Chico - 06/10/2019
O Procon deveria atuar na praça de alimentação do Manauara shopping. Com mesas e cadeiras encardidas, manchadas, danificadas e muito antigas, passa a impressão nojenta aos usuários que consomem alimentos lá. Muita ganância e pouca higiene. Fica a dica!

Deixe seu comentário

Nome:

Mensagem:

publicidade

Copyright © 2013 - 2019. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.