NOTÍCIAS
Mulher
15/05/2020

Queda de cabelo, acne, psoríase e dermatite? Você pode ter Síndrome do Confinamento

Compartilhar:
Foto: Reprodução

A médica dermatologista Dra. Juliana Neiva explica os problemas de pele e cabelo que estão aflorando na quarentena e dá dicas de como tratá-los

Durante essa quarentena, para combater o contágio do novo coronavírus, você tem notado queda de cabelo, acnes pelo rosto, sinais de psoríase e dermatite? Se a resposta for sim você poder estar sofrendo a Síndrome do Confinamento. “A pele é a primeira que sofre quando estamos passando por um momento de grande estresse.

 

Por exemplo, é comum aparecerem as acnes quando a pessoa está sofrendo de ansiedade e olheiras quando estamos dormindo mal. A pele é o primeiro órgão que dá sinal quando algo não vai bem”, explica a médica dermatologista Dra. Juliana Neiva, que tem atendido seus pacientes via telemedicina e relata o aumento das queixas dessa Síndrome.

 

Quando o assunto é queda de cabelo, a profissional entrega. “40% das consultas que chegam até mim, tem origem em questões emocionais. Muita gente me pergunta sobre o cabelo. A queda aguda é resultado do estresse imediato ou crônico. Isso pode gerar uma alopecia crônica também. Essa queda pode ser reversível, mas pra isso acontecer, é preciso seguir os tratamentos, usar antioxidantes aplicados no couro cabeludo e shampoos que evitam quedas”, aconselha a médica.

 

Veja também

 

Como manter a chama acesa no relacionamento durante a quarentena. VEJA

 

Falta tesão durante a quarentena? Especialista explica motivos

Já para amenizar os efeitos da síndrome na pele os cuidados diários são essenciais. “Lave o rosto de manhã e à noite com um sabonete específico para o seu tipo de pele, use um hidratante, passe filtro solar, mesmo para a fotoexposição digital (luz do celular) e use, à noite, um controlador pra quem tem muita oleosidade e um clareador para as pessoas que possuem manchas na pele", indica ela.

 

Mulher com stress (Foto: Envato Elements)

 

A profissional ainda acrescenta. "A alimentação também é uma etapa fundamental para ter uma pele bonita e saudável. É indicado evitar álcool e açúcar. Como as pessoas estão muito ansiosas, elas acabam beliscando mais, porém o açúcar trabalha no envelhecimento da pele e no surgimento de acne. Já o álcool, cria a falsa sensação de fuga dessa realidade difícil, por isso, tem muita gente consumindo-o em grande quantidade. Beba bastante água. Hidratar o corpo protege a pele e evita várias doenças. Nosso corpo é 80% água, então, hidrate-se", recomenda a médica.

 

Mulher com espinhas (Foto: Envato Elements)

Fotos: Reprodução

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram

Entre no nosso Grupo de WhatsApp. 

 

E para tratar de vez essa nova doença, Dra. Juliana diz que é importante controlar a ansiedade. "Mantenha a sua rotina. Tente acordar cedo, fazer uma atividade física que te agrade e realize as suas tarefas. A mente precisa dessa rotina para se manter sã, assim, a ansiedade pode ser melhor controlada", diz.

 

Globo/Quem

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.