17 de Julho de 2024 - Ano 10
NOTÍCIAS
Política
13/06/2024

Renan Filho, ministro do MDB, sai em defesa de Haddad: 'Está certo'

Foto: Reprodução

Renan Filho, dos Transportes, até agora foi o único a fazer manifestação pública de apoio a Haddad, que vem sido criticado até por alas do P

Apesar de fustigado por uma ala do governo, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, recebeu nesta quinta-feira (13/6) a manifestação pública de apoio do ministro dos Transportes, o emedebista Renan Filho.Nas redes sociais, o filho do senador Renan Calheiros (MDB-AL) tem defendido “arduamente” o caminho do equilíbrio fiscal e está “certo”.

 

Em demonstração de apoio à permanência de Haddad no cargo, ele pontuou ainda que “não é momento de mudar de rumo”.Em semana ruim para o governo, Haddad sofreu um revés ao ver parte da medida provisória (MP) do PIS/Cofins devolvida pelo Congresso Nacional.

 

O trecho sugeria a limitação dos créditos do PIS/Cofins para garantir aos cofres públicos até R$ 29,2 bilhões, valor um pouco acima do necessário para compensar a renúncia estimada com a prorrogação da desoneração da folha de pagamentos de setores econômicos e pequenos municípios.

 

Veja também 

 

Lula: não há decisão sobre permanência do ministro das Comunicações

 

PL ameaça recorrer contra arquivamento de cassação de Janones ao plenário da Câmara

Agora, o Congresso estuda um novo caminho para cumprir as regras fiscais e a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a desoneração da folha de pagamento.

 

“Não existe mágica para ampliar receita e reduzir despesas. O nervosismo, pessimismo e especulação colocados estão acima do necessário. Novas medidas, já em discussão, trarão resultados sólidos, rápidos e, se o cenário econômico internacional colaborar, ainda mais robustos. É preciso união e elaboração política coletiva em busca do equilíbrio fiscal para a construção de uma agenda de desenvolvimento econômico e social que seja sustentável”, completou o colega de Haddad na Esplanada, Renan Filho.

 

Na quarta-feira (12/6), a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, mandou uma indireta para o ministro Haddad, ao compartilhar um texto do jornalista Leonardo Sakamoto, no qual ele critica a ideia de limitar os gastos em saúde, educação e benefícios previdenciários, estudada pela equipe econômica.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatAppCanal e Telegram

 

A ala de Gleisi é crítica ao trabalho do atual titular da Fazenda e se une a ministros como o chefe da Casa Civil, Rui Costa, que trava com Haddad uma disputa por mais verbas para investimentos. 

 

Fonte: Folha de São Paulo

LEIA MAIS
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Acompanhe o Portal do Zacarias nas redes sociais

Copyright © 2013 - 2024. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.