NOTÍCIAS
Esportes
20/07/2021

São Paulo elimina o Racing em noite de Marquinhos, aposta de Crespo

Compartilhar:
Foto: Reprodução

Marquinhos comemora seu gol pelo São Paulo na Libertadores, contra o Racing

O torcedor do São Paulo reviveu hoje (20) os momentos de domínio apresentados pela equipe na conquista do Campeonato Paulista, e na hora que mais precisava. Jogando fora de casa, o time de Hernán Crespo dominou o Racing (ARG) e venceu a partida por 3 a 1, avançando para as quartas de final da Libertadores —as duas equipes haviam empatado em 1 a 1 no primeiro jogo, realizado no Morumbi.

 

O resultado teve como destaque a principal aposta de Crespo. O argentino colocou o jovem Marquinhos, de 18 anos, como titular pela primeira vez, naquele que foi apenas seu quarto jogo como profissional. Veloz, ele participou de todos os gols são-paulinos na partida, sendo o autor do segundo.

 

O time do Morumbi espera seu rival nas quartas de final. Ele virá do confronto entre Palmeiras e Universidad Católica (CHI), que jogam amanhã (21), no Allianz Parque. O time brasileiro venceu a primeira partida por 1 a 0.

 

Veja também

 

Atlético-MG vence Boca nos pênaltis e avança na Libertadores

 

Grêmio leva virada da LDU em pênalti polêmico e se despede da Sul-Americana

 

O São Paulo agora comemora a classificação, mas, na volta da Argentina, já tem mais uma grande partida com que se preocupar. A equipe vai ao Rio de Janeiro para enfrentar o Flamengo, no domingo (25), pela 13ª rodada do Brasileirão. Os comandados de Crespo estão apenas na 15ª colocação, com 11 pontos.

 

Quem foi bem: dupla Rigoni e Marquinhos

 

Rigoni em Racing x São Paulo 

 

A semana foi corrida para Miranda e Rigoni. Os dois ainda se recuperavam de lesões musculares e a presença deles era incerta no duelo contra o Racing. A indefinição perdurou até ontem (19), quando os dois foram relacionados e viajaram para a Argentina. Um dia depois, foram escalados como titulares por Hernán Crespo.

 

O esforço para tê-los em campo foi recompensado aos 43 minutos da primeira etapa. Miranda roubou a bola no campo de defesa e fez um ótimo lançamento para Marquinhos. O jovem atacante avançou e bateu na saída de Arias, que conseguiu desviar e a bola bateu na trave. No rebote, Rigoni abriu o placar para o São Paulo.

 

Marquinhos corresponde às expectativas de Crespo

 

Marquinhos comemora com Crespo após marcar para o São Paulo contra o Racing - Marcelo Endelli/Getty Images - Marcelo Endelli/Getty Images

 

O bom jogo de Marquinhos foi a resposta à aposta feita por Hernán Crespo. Sem confiança em Vitor Bueno e Pablo, o argentino decidiu dar a primeira titularidade ao jovem de 18 anos logo em uma partida decisiva de Libertadores. E a escolha foi coroada aos dois minutos do segundo tempo.

 

Depois de belo passe de Benítez, Marquinhos invadiu à área e chutou no canto de Arias, para fazer o segundo gol do São Paulo na partida.

 

Mas a estrela do jovem ainda não tinha terminado de brilhar. Aos 11 minutos, ele recebeu mais um passe, invadiu a área pela esquerda e rolou para Rigoni, livre, fazer o terceiro do São Paulo.

 

Racing cresce na partida e diminui o placar

 

Javier Correa comemora gol do Racing contra o São Paulo - Marcelo Endelli/Getty Images - Marcelo Endelli/Getty Images

 

Com boa vantagem no placar, Crespo decidiu reforçar a marcação. Luan entrou no lugar de Benítez, fazendo com que Gabriel Sara assumisse a função de armador. Tão logo o São Paulo se fortaleceu defensivamente, o Racing foi para cima.

 

Martínez parou de atuar como zagueiro e voltou para a função de volante. Ficando mais com a bola, o time argentino passou a incomodar a defesa são-paulina. O resultado veio aos 17 minutos. Javier Correa recebeu na entrada da área e chutou no canto esquerdo de Volpi, diminuindo o placar.

 

Três minutos mais tarde, o mesmo Correa quase deixou a situação do São Paulo perigosa. O atacante cabeceou dentro da pequena área, mas parou em boa defesa de Tiago Volpi.

 

São Paulo quebra tabus

 

Marquinhos e Gabriel Sara em Racing x São Paulo

Fotos: Reproduções

 

A vitória sobre o Racing não significou apenas a classificação na Libertadores, mas também tirou um peso das costas do São Paulo em jogos na Argentina. O time do Morumbi não vencia no país vizinho desde 2005, quando fez 3 a 2 no River Plate.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatApp.
 

A dificuldade em vencer aumentava quando o assunto era o Racing. Antes desse jogo, as duas equipes haviam se enfrentado oito vezes, com cinco vitórias argentinas e três empates. O primeiro triunfo são-paulino, enfim, chegou.

 

Fonte: UOL

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2021. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.