Notícias

Compartilhar Imprimir

Educação

28/09/2019

Seduc e Comando da Polícia Militar afirmam, em audiência pública, que trabalham integrados para manter a boa qualidade de ensino nos colégios militares da PM

Compartilhar:

Foto: Cleudilon Passarinho

Seduc está de portas abertas para receber pais, alunos ou professores para dialogar.

 O secretário executivo da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Luís Fabian Pereira Barbosa, afirmou, nesta sexta-feira (27/09), durante audiência pública no plenário Ruy Araújo, na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM), que a Seduc está de portas abertas para receber pais, alunos ou professores para dialogar sobre quaisquer aspectos do processo educacional executado pelo órgão e que a Seduc não se furta de agir diante de denúncias de práticas de assédio e/ou de violência que possam surgir.

 

“A Seduc repudia com a maior veemência toda e qualquer prática ilegal ou imoral, seja ela da ordem que for. Para que nós possamos agir diante dessas práticas, é necessário que essas denúncias cheguem até nós e que as vítimas não tenham medo de depor”, disse o secretário executivo da Seduc, que, na sessão, representou o secretário estadual de Educação, Vicente Nogueira.

 

A sessão foi convocada pelo deputado Fausto Jr. (PV), para esclarecer as denúncias levadas até à Assembleia. A audiência foi presidida pela deputada Therezinha Ruiz (PSDB) e contou também com a presença do tenente-coronel Roberto Oliveira de Araújo, que assumiu, recentemente, o Núcleo de Direção Escolar da CPM-AM.

 

Veja também

 

Professora cria mapas e gráficos táteis para aluno cego. VEJA

 

Setembro dourado: campanha alerta para câncer infanto-juvenil

 

A sessão teve, ainda, a participação de autoridades do Ministério Público Estadual (MPE) e de representantes das Associações de Pais, Mestres e Comunitários (APMCs).

 

 

Luís Fabian reforçou, ainda, que a secretaria atua de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente, priorizando o bem estar dos alunos da rede estadual.

 

“Ainda neste ano, inauguramos uma prática na Seduc-AM que pede, quando instaurado um processo sindicante, o afastamento cautelar do professor da sala de aula, para que ele possa responder ao inquérito sem ter contato algum com os alunos. Se ao final da sindicância não for constatada nenhuma irregularidade, o professor retorna à sala de aula. Caso haja qualquer indício de crime ou má conduta, serão tomadas as medidas e sanções administrativas cabíveis”, acrescentou.

 

Fotos: Cleudilon Passarinho

 

O secretário executivo da Seduc também informou que o órgão e o Comando da Polícia Militar já estão trabalhando em conjunto para formalizar um Termo de Cooperação Técnica, o qual define as competências dos órgãos na gestão educacional das escolas militares.

 

“Agendamos conversas com o Comando da Polícia Militar. O recém-empossado secretário de Educação, Vicente Nogueira, esteve duas vezes com o coronel Norte e ambos estabeleceram um modo de operação para que seja elaborada a minuta deste acordo. As escolas militares existem há mais de 20 anos e isso nunca havia sido feito. Nós não vamos nos ausentar de prover qualquer tipo de item ou serviço necessário para que seja feita a Educação em nosso Estado”, concluiu Luís Fabian.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatApp.

 

O tenente-coronel Roberto Oliveira de Araújo ressaltou que o Comando da PM trabalha para que o nível de ensino nos colégios militares da Corporação sejam cada vez mais elevado. “Reuni-me com os diretores de todos os colégios militares para que a gente faça um planejamento e possa, cada vez mais, melhorar. No que diz respeito a essas denúncias, eu afirmo: a Polícia Militar não coaduna com esse tipo de atitude e já temos os processos em apuração, porque a principal meta, aqui, é a Educação”, frisou o tenente-coronel.

Comentários

Caio Fábio - 29/09/2019
A PM FAZ DE TUDO PARA FUGIR DAS RUAS PARA NÃO TRABALHAR, ESSE NEGÓCIO DE DAR AULA É DESVIO DE FUNÇÃO. TINHA QUE ESTAR NA RUA E NÃO SE ESCONDENDO ATRÁS DE UMA MESA. A PM É INCOMPETENTE NAS RUAS, E VAI SER COMPETENTE DANDO AULA, O RESULTADO A GENTE VÊ AÍ A TRUCULÊNCIA COM ALUNOS.

Deixe seu comentário

Nome:

Mensagem:

publicidade

Copyright © 2013 - 2019. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.