NOTÍCIAS
Geral
22/09/2020

Traficante Elias Maluco é encontrado morto em presídio federal

Compartilhar:
Foto: Reprodução

Ele foi condenado pelo assassinato do jornalista Tim Lopes

O traficante Elias Pereira da Silva, mais conhecido como Elias Maluco, foi encontrado morto nesta segunda-feira na Penitenciária Federal de Catanduvas, no Paraná. De acordo com informações do site Uol, ele foi encontrado com sinais de enforcamento.


Integrante da facção criminosa Comando Vermelho e considerado líder do tráfico de drogas no Complexo de favelas do Alemão e da Penha, na Zona Norte do Rio, Elias estava preso desde setembro de 2002. Em 2005, ele foi condenado a 28 anos e seis meses de prisão pela morte do jornalista Tim Lopes.

 

Além de ser acusado pela morte de dezenas de pessoas, o traficante também tinha uma condenação, em 2013, de 10 anos, sete meses e 15 dias de reclusão por lavagem de dinheiro, segundo o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro.

 

Veja também

 

Homem é acusado de abusar sexualmente da própria filha desde de que ela tinha 14 anos

 

Criança de 2 anos morre com tiro na cabeça enquanto brincava na porta de casa

 

Traficante Elias Maluco é encontrado morto em presídio federal - 22/09/2020  - UOL Notícias


De acordo com Departamento Penitenciário (Depen), a família do criminoso já foi comunicada sobre a morte pelo Serviço Social do Presídio Federal. A Polícia Federal também foi acionada para realizar a perícia.


O Depen não esclareceu as circunstâncias da morte - se o traficante morreu por causa natural ou foi assassinado, por exemplo. Segundo nota emitida pelo órgão federal, o local da morte foi preservado até a chegada da Polícia Federal, responsável pela perícia. A família foi comunicada sobre a morte pelo Serviço Social da penitenciária.


Assassinato de Tim Lopes

 

Grupo quer examinar ossada e inocentar Elias Maluco, condenado pela morte  de Tim Lopes

Fotos: Reprodução

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatApp

 

Em junho de 2002, a quadrilha liderada por Elias Maluco rendeu e matou Tim Lopes, que fazia uma reportagem sobre abuso de menores em um baile funk na Vila Cruzeiro, favela da zona norte do Rio. O corpo do jornalista foi queimado numa fogueira de pneus. Além de Elias, outras seis pessoas foram condenadas pelo crime. 

 

O Dia

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.