NOTÍCIAS
SÓ VÍDEOS
02/10/2019
Visualizações: 26148

Vídeo mostra amigo do filho da primeira-dama de Manaus esfaqueado e sangrando dentro do Condomínio Passaredo no dia em que Flávio Rodrigues foi morto. VEJA AS IMAGENS

Compartilhar:
Foto: Reprodução / PORTAL DO ZACARIAS

O vídeo começou a circular no início da noite desta terça-feira no WhatsApp. Ele mostra Elielton Magno de Menezes Gomes Júnior deitado no chão, ensanguentado e com um pano sobre parte das costas, numa clara tentativa de conter o sangramento.

 

Elielton foi esfaqueado durante uma festa, no último domingo, na casa de Alejandro Molina Valeiko, filho da primeira-dama de Manaus, Elizabeth Valeiko. A casa fica no Condomínio Residencial Passaredo, localizado no bairro da Ponta Negra, Zona Oeste de Manaus.

 

Também estava na festa o engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos, de 42 anos, encontrado morto no dia seguinte em um terreno no bairro do Tarumã, na mesma zona.

 

Veja também

 

‘A BRONCA DO ZACA’: Se os traficantes que supostamente invadiram a casa de Alejandro Valeiko estavam com armas de fogo, como se explica então o engenheiro Flávio Rodrigues ter sido morto a facadas?

 

IMAGENS FORTES! Engenheiro da Ambev que estava desaparecido é encontrado morto em terreno baldio no bairro do Tarumã. Ele teria sido assassinado dentro da casa do filho da primeira-dama de Manaus

 

CRIME BRUTAL! Laudo pericial sobre a morte do engenheiro Flávio Rodrigues constata que ele foi assassinado com seis facadas e ainda sofreu asfixia
 
Arthur neto diz que enteado não matou o engenheiro Flávio Rodrigues, mas criminosos que invadiram a casa de Alejandro Valeiko no condomínio passaredo, no bairro da Ponta Negra

 

O filho da primeira-dama de Manaus também foi ferido durante a festa, segundo disse o vigilante Marcos Juvenal Lucas da Silva em depoimento prestado hoje no 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

 

Até o momento, não se sabe o que realmente aconteceu dentro da residência de Alejandro.

 

Segundo o prefeito Arthur Neto, homens armados teriam invadido o condominio e, após ferirem Alejandro e Elielton, sequestraram e assassinaram Flávio Rodrigues por dívida de droga.

 

Essa versão do prefeito é desmentida tanto pelo síndico do condomínio, Vladimir Botelho, como pelo vigilante Marcos Juvenal.

 

Segundo o delegado Aldeney Góes, titular do 19º DIP, até agora não foram encontrados indícios indícios de que tenha havido invasão ao condomínio Passaredo, onde a vítima estava com outros quatro homens.

 

“Nós ouvimos até agora cinco seguranças, e não encontramos indícios de que possa ter ocorrido uma invasão. Mas também não descartamos que possa ter havido um acesso autorizado. Então, nós começamos a trabalhar com a hipótese de acesso autorizado”, afirmou o delegado.

 

Algumas imagens de câmeras de segurança foram obtidas pela investigação, mas não havia monitoramento na residência e nem imagens da via em frente à casa. Apesar de haver câmeras instaladas, elas foram danificadas após forte chuva ocorrida na sexta passada. As equipes de investigação e perícia também já estiveram na casa, para coleta de informações. Vestígios de sangue foram encontrados no local.

 

Todas as quatro pessoas que estavam na residência com Flávio já foram ouvidas. Na residência moram Alejandro Molina Valeiko e Vitório Del Gato.

 

Além de Flávio, também estavam na casa José Edvandro Martins de Souza e Elielton Magno de Menezes Gomes Júnior, que teve ferimentos a faca nas costas e prestou depoimento na tarde desta terça-feira.

 

“As primeiras pessoas que ouvimos nos narraram que havia ocorrido um roubo e que uma pessoa teria sido sequestrada. Nós, primeiro temos que colher as informações e averiguar. As teses colocadas para nós têm que ser apuradas. Não nos basta recebê-las e descartá-las. Nós temos que descartar narrativas por meio de técnica”, disse Góes.

 

Os moradores da residência não indicaram nenhum objeto que tenha sido levado. Os celulares das vítimas e o carro de Flávio também estavam no local. Na madrugada de domingo, José Edvandro registrou Boletim de Ocorrência no 19º Distrito Integrado de Polícia, localizado na Ponta Negra, informando que dois homens encapuzados e armados teriam entrado na residência onde ele estava com os amigos, ferido Alejandro e levado Flávio.

 

“Neste primeiro momento, todos são ouvidos como informantes do processo. Em um segundo momento, se houver conflitos ou se tivermos a materialidade, havendo indícios de autoria que apontem para alguém, aí esses indivíduos serão chamados novamente para serem ouvidos na qualidade de investigados”, ressaltou o delegado.

 

Segundo a necropsia realizada pelo Instituto Médico Legal em Flávio, a morte foi causada por facadas. Foram identificadas seis perfurações. Duas perfurações no abdômen, duas nas costas e duas nas coxas.

 

 VEJA O VÍDEO:

 

COMENTÁRIOS
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2020. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.