NOTÍCIAS
Política no Amazonas
16/09/2019

Vice-prefeito de Presidente Figueiredo é preso usando placas frias em carro de sua propriedade. Se for condenado, pode pegar até 6 anos de prisão

Compartilhar:
Foto: Reprodução

É isso mesmo que você leu no título desta postagem: o vice-prefeito de Presidente Figueiredo, Mario Jorge Bulbol Abrahão, foi preso, na última quinta-feira, por uso de placas frias em carro de sua propriedade.

 

A prisão ocorreu em uma barreira montada por policiais rodoviários federais no quilômetro 45 da BR-174.

 

Mário Abrahão tentou, em vão, justificar o uso de placas frias em seu carro.

 

Veja também

 

EXCLUSIVO! Ex-assessor conta ao ‘PORTAL DO ZACARIAS’ tudo o que sabe sobre corrupção na Prefeitura de Presidente Figueiredo envolvendo Romeiro Mendonça e Mário Abrhão e revela que os dois chegaram a tramar a morte de adversários. VEJA A ENTREVISTA

 

QUEM CALA CONSENTE: Romeiro Mendonça e Mário Abrahão, prefeito e vice de Presidente Figueiredo, silenciam sobre denúncias de corrupção e planejamento de assassinatos feitas por ex-assessor. VEJA COMENTÁRIO DO ZACA

 

Ele foi autuado em flagrante com base no artigo 311 do Código Penal, pois trafegar em vieculo automotor com placas frias é crime.

 

Veja o que diz o artigo: “Adulterar ou remarcar número de chassi ou qualquer sinal identificador de veículo automotor, de seu componente ou equipamento: Pena – reclusão, de três a seis anos, e multa”. 

 

Mário Abrahão pagou fiança e vai responde ao processo em liberdade.

 

CORRUPÇÃO E ASSASSINATO

 

Mário Abrahão é investigado pelo Ministério Público do Amazonas e pelo Ministério Público Federal por corrupção, fraude em licitação e outros crimes. Também é investigado pelos menos delitos o prefeito Romeiro Mendonça.

 

Recentemente, em entrevista exclusiva ao "PORTAL DO ZACARIAS", o ex-chefe de Habitação da Prefeitura de Presidente Figueiredo, Lucas Emanuel, revelou que Romeiro Mendonça e Mário Abrahão planejavam assassinar adversários políticos.

 

Segundo Lucas Emanue, Romeiro Mendonça e Mário Abrahão planejavam matar o presidente da Câmara de Vereadores do município, Jonas Castro, e a ex-assessora da Secretaria de Turismo, Camila Fernanda, que denunciou o então secretário Alexandre Lins por assédio sexual.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Mensagem:

LEIA MAIS

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Copyright © 2013 - 2019. Portal do Zacarias - Todos os direitos reservados.